Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2014

Tenho sorte pah

Porque em todos os momentos tive alguém que me agarrasse. E disso nunca me esqueço.

Porque neste momento, em que sei, em que me dizem,  que me estou a destruir  mim própria, tenho sempre alguém que me segura e me guarda num abraço onde posso chorar.


Juro

Que adorava escrever posts menos deprimentes e tristes (e muita sorte serem só palavras porque como ando se tivesse uma arma acho que morria gente), mas é como me sinto agora.


p.s. A parte da revolta é verdadeira, a outra parte, de matar gente, é brincadeira. Estou assim a modos que f***** mas o sentido de humor continua inabalável. Salve-se qualquer coisita.

Da perspectiva. Que um dia vou aprender.

Acho que tento, mas não sou uma boa pessoa. Provavelmente não tento assim tanto, e os meus gestos são superficiais. Até podem ter algum alcance mas com pouca profundidade o que o faz ser simplesmente pueris e fúteis.

Não sou boa pessoa. Irrito-me e deprimo porque não tenho o emprego que queria. Porque não tenho o ordenado que julgo merecer. Fico com raiva de, apesar de já ter trabalho  outra vez, ganhar a miséria que ganho. É o que sinto. Sinto-me furiosa porque não posso ter uma casa, porque não posso viajar como queria e como acho que merecia. Porque não posso comprar o que quero, roupa, livros, ter tudo aquilo que acho que tenho direito. Porque tenho a idade que tenho e ainda vivo em casa dos pais e acho isso injusto. E como se o mundo me devesse alguma coisa. E porque acho que mereço. Mais que outros, claro. E acho que há culpados (o meio, o contexto, a genética, a aletoriedade karmática, etc) e perco energias só a carpir.

Não sou boa pessoa. Porque olho demasiado o que não tenho.…