segunda-feira, março 13, 2006

Inspiração

A inspiração é algo dificil de entender ou de explicar. Nasce connosco? Encontramo-la algures e guardamo-la? Como a transformamos em arte? Como a transformamos em palavras, em música, em desenhos, em esculturas ou num filme? Em que momento canalizamos esse rio que escorre, esse rio que irrompe, que goteja, que se vaporiza.
Admiro muito as pessoas que mostram que é facil. Que a inspiração é algo inato, ou que pelo menos é uma fonte de onde podem beber quando têm sede. Dizem "escreve sobre tal tema" e eles escrevem. As palavras saiem miraculosamente encadeadas. A minha inspiração é fugidia, Gosta de chatear e não aparece quando a chamo. Vêm quando lhe apetece, nos momentos mais incómodos, nos momentos mais incertos. Nos momentos em que o cansaço me amolece e não tenho forças para pegar na caneta e mostrar . Mostrar que existe, mostrar que até um talento selvagem pode ter um fio inegavelmente dourado. Será sempre necessário uma força motriz que a chame? Uma música que inspira e que me faça soltar as letras, um rasto que se vislumbra, uma voz que se imagina, uns olhos onde espero ver-me. Sim, para mim, sem duvida. Mesmo que seja fingimento, uma ilusão que se atravessa facilmente, prefiro correr o risco de me perder;assim a minha inspiração vai chegar e aconchegar-se um pouco a mim, concedendo-me um pouco da sua magia.

Espiral

Like a boss

Portanto, daqui a 10 anos gostaria  estar num tal nível que faria e trataria como meus secretários particulares, o presidente português de u...