domingo, abril 26, 2009

Post que deu jeito ^^

Começo a perceber algumas vantagens em escrever algumas coisas no blog.
Devido a este post  (e não só, tenho mesmo amigos queridos) um amigo meu, o T. , que andou a saltitar de país em país por esta Europa fora nas férias da Páscoa trouxe-me uma caixa maravilhosa cheia de bombons belgas! Eram óptimos, adorei a atenção e é sempre bom saber que pelo menos tenho um leitor atento ^^

Obrigada T.! Amanhã como agradecimento eu e a I. obrigamos-te a comer pizza! Ah ah ah =)

Espiral

terça-feira, abril 21, 2009

Tempo, já esticavas

Bem, fazendo assim um pequeno balanço...

Se virmos o tempo que dedido a certas coisas, eu só poderei vir a ficar uma excelente profissional, uma excelente socorrista, uma excelente guitarrista e uma excelente bilingue no fim deste ano.


Mas, desde quando é que na minha vida o investimento que faço em algo ou em alguém dá assim frutos tão saborosos? Quase nunca (sim, dou valor às excepções).

A precisar de um lado B. E de vida social. 

Mas bem dispostinha. Amanhã começo aulas de guitarra. =D

Espiral

sábado, abril 18, 2009

Eu, no meu lado A, a pensar no lado B

Hoje de manhã quando ia no meu carrinho, debaixo de um tempo horrível (eu gosto de sol),para ir  trabalhar (sim, trabalhar), lembrei-me de uma pergunta que ouvi algures.

"O amor tem prazo de validade?"

Imediatamente a resposta que pensei foi:

"Não faço ideia. O meu é selado a vácuo."

Isto só significa que estou toda queimada dos miolos. Trabalho a mais dá nisto. Quero uma vida e um lado B please.


Espiral

quinta-feira, abril 16, 2009

Franquezas

Uma das minhas fraquezas é, confesso, sentir-me mesmo bem quando pessoas que eu considero inteligentes, cultas, emocionais, boas pessoas, carismáticas, artísticas (podem só ter uma destas qualidades), ou que tenham qualquer outra caracteristica que eu admire (serem "parvas" por exemplo) têm gostos iguais aos meus. E não de coisas género "ah a minha cor favorita é o amarelo" ou "gosto muito do cheio da terra molhada" (mas também não é mau...). Mas gostos iguais em coisas mais particulares. Em coisas especificas. É bom.


Hoje, vi com agrado, que uma das minhas blogistas favoritas (escreve bem, bolas, muito bem) gosta imenso de um cantor que eu também adoro. Até aqui nada de novo. Se eu dissesse o nome do cantor, milhares de pessoas viriam dizer que também o adoram. Claro. Normal. Mas a questão é que ela também prefere aquela que é a minha música favorita dele. E isso já é menos normal. Porque apesar de conhecida nunca foi das mais faladas, nem das mais amadas, nem das mais reconhecidas.



Outra das minhas fraquezas é corar. Coro do que penso, coro do que fantasio, coro do que me dizem, coro das barracas que dou. Mas também coro do que falo, das palavras que digo, "ponderadamente", dos nomes que pronuncio tentanto ser banal. Pois, esse corar não é fixe. Quem é que cora por tudo e por nada? Acuso-me.


Espiral





terça-feira, abril 07, 2009

Frases daquelas III

"I find it hard to believe you don't know the beauty you are, but if you don't let me be your eyes."

Velvet Underground

Espiral

domingo, abril 05, 2009

Correr

Assim como assim, a minha vida deixaria de fazer sentido sem uma corrida quinzenal pela rua da Madalena abaixo. Seja porque estou atrasada para cafés, seja porque tenho pouco tempo (hora e meia de almoço não dá para tudo...), ou porque me apetece, já começa a tornar-se um hábito. E se no meio da correria for perdendo echarpes pelo caminho e tiver  os senhores condutores dos carros a buzinar para avisar-me do facto, a coisa ainda se torna mais significativa. E se mete saltos altos ainda piora a coisa. Mas vá, está última não meteu. 
Não sei porque gosto tanto de correr. Mas arranjo sempre um pretexto qualquer para o fazer. Tenho é que pensar que se calhar teria mais piada sem obstáculos, sem a bela da calçada portuguesa, sem as subidas e descidas da baixa, sem as pessoas a olhar como se eu fosse doida. 
Ou então a piada é mesmo isto tudo.

Espiral





Like a boss

Portanto, daqui a 10 anos gostaria  estar num tal nível que faria e trataria como meus secretários particulares, o presidente português de u...