Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2017

Meu amor, meu amor de hoje

Os amores são tão diferentes. E a ti amo-te todos os dias. Também sim, nos dias maus. Nos dias em que gosto menos de ti. Nesses dias também te amo. Nesses dias em que o cansaço dos dias nos faz distantes, rígidos, duros. Amo-te nos dias em que damos um tempo nos dias duros. Em que nos aproximamos porque sim.Porque estamos os dois aqui. Porque sabemos que nos queremos. Amo-te nos dias em que sonhamos. Amo-te nos dias felizes. Aí é tão fácil amar-te. Mas quero e amo-te mais nos dias díficeis.



Do que está arrumado nas estantes

Quem nunca almejou, desejou, fantasiou, que aquela história, aquele momento, apenas aquilo fosse transporto pelo outro para uma música, para uma poema, para ser cantado ou silenciado? Quem nunca sonhou ser amada por um poeta/sonhador/músico/artista para ser assim eternizada?

Como eu sei que não sou de modas

Sou a única mulher à minha volta, independentemente do estilo, idade, etc que não aderiu à moda das mochilas. E não, por mais fashion / chique que seja não vou aderir.

É mesmo daquelas que para o ano já está completamente out e essa sazonalidade irrita-me. As pessoas parecem carneiros...

Sou mais para o intemporal.


Aprender a viver

No meio do amor a que cheguei, conquistei e deixe conquistar-me, que é tão grande, tão generoso, aquele que sei que vai ficar. Que quero para sempre. Que é meu e dele. Aprender a viver com tudo isso que me é dado, com o bom e o mau, o doce e o ácido, porque de tudo isso são feitas as relações verdadeiras e não das quem vêm nos livros de histórias.

Aprender a viver com isso ao mesmo tempo que aprendo a viver constantemente com saudades do que tínhamos. (que nunca foi amor.)


É uma analogia

Há sempre aqueles momentos em que tenho uma ideia, me ocorre uma frase, provavelmente uma banalidade qualquer, que me apetecia tanto partilhar contigo.

Mas já não está aí.


p.s. Terei sempre a ideia que After Dark - Os Passageiros da Noite é o nosso livro. Mesmo que tu não saibas.

p.s.2 Posso ser uma azeiteira, mas a Grey's Anatomy faz-me sempre ter ideias destas.

Dos fogos

Sou a única pessoa irritada e a pensar que está farta de demagogias e que tentam arranjar bodes expiatórios?

Eu lamento muito as perdas, humanas e materiais, e compreendo que a quente se diz muita coisa, mas dizer "que os iam deixar morrer ali" quando as pessoas se metem nas autoestradas sem pensar...como se alguém quisesse que as pessoas morressem é só... enfim... nojento.


"A poesia não aquece os pés à noite..

Às vezes, nos momentos de fraqueza, de dúvida, de medo de ser crescida, do compromisso, de lágrimas, da dureza dos dias, apetece-me recuar, correr para trás, aos momentos em que tudo o que tinha do futuro eram as minhas expectativas e certezas e tudo o que tinha do presente era quimera, mas ao mesmo tempo,  tão cheio de promessas,vãs, volúveis, doces e sedutoras.

Apetece-me voltar aos dias em que achava que os universos paralelos um dia me encontrariam e nas canções onde isso me era segredado ao ouvido.

...mas de vez em quando  faz-me falta ler aquelas páginas."

Há dias...

Em que o clima, o ar, qualquer coisa (as músicas, ai as músicas)  me levam irremediavelmente para outro lado....outro tempo, outro universo paralelo....