sexta-feira, janeiro 30, 2009

Hoje não devia chover (tanto) porque...

1- Vim para Lisboa de botins de camurça. Sim, botins de camurça roxos (giros, giros) e portanto não deveriam apanhar chuva...

2- Não trouxe almoço. O que fez com que tivesse de sair do meu local de trabalho, enfrentar a chuva e sim, molhar os botins de camurça... eu disse molhar? Queria dizer encharcar...

3- Tenho um café combinado depois do trabalho. O que faz com que a minha pessoa tenha que se deslocar a pé até ao Chiado... Com o raio dos botins.

4- Tenho um jantar (quase parabéns para ti Loira*) depois, lá para ao pé do Chiado, mas ainda a ter que andar um estirão. PORQUE RAIO DE M**** É QUE VIM COM O C****** DOS PARVOS DOS BOTINS DE CAMURÇA?


Espiral

p.s. Esta coisa de parvejar (mas é tudo verídico...) no blog é coisa muito catártica. Porque é que nunca tinha experimentado antes...

segunda-feira, janeiro 26, 2009

Inteligente

Começo a ficar preocupada com as minhas recentes afinidades com o senhor António Lobo Antunes. Então não é que concordo com outra coisa que ele disse?


"... são precisas muitas mulheres para esquecer uma mulher inteligente."


(in Diário de Notícias, 2006)


Bonito.. obviamente espero pertencer ao segundo tipo. Pode ser que sim. Segundo o meu primo direito favorito: "O teu problema é teres opiniões". Vou ajustar isto para "és muito inteligente.". Ah ah ah.

Pronto, já acabou o meu momento narcísico do dia.... Vou fingir que trabalho e ouvir Manel Cruz.

Espiral


P.S. Acho que vou ter que quebrar a minha promessa de não ler mais Lobo Antuness e começar a partir de onde parei. O Conhecimento do inferno espera-me. Depois da lista enorme de livros que tenho antes para ler, evidentemente.

sábado, janeiro 24, 2009

Óculos

Estou ansiosa por ter os meus óculos novos. E eu não gosto de me ver com óculos. Para além dos meus pais e de uma ou outra amiga ninguém me vê de óculos desde que comecei a usar lentes (há uns 7/8 anos atrás). Então não percebo a ansiedade. Vá os óculos não me ficam mal de tudo (mas também não ficam bem...), tem uma cor gira, de massa, mas eu sei que não vou andar com eles na rua... portanto qual é a crise? A culpa é toda da minha super excitante e imprevista vida. =)

Espiral

quinta-feira, janeiro 22, 2009

Verão 2008

Toda a gente com o começo do novo ano fala das coisas fantásticas que aconteceram em 2008; das coisas péssimas que aconteceram em 2008. De como foi um ano bom/mau/horrível, bla bla bla...Do que esperam de 2009.
Eu também faço. No meu íntimo. Ou com quem gosto. Não me apetece meter os meus desejos, não-desejos, coisas que correram bem, ou mal assim em lista na net.
Mas decidi partilhar uma coisa fantástica. Porque sou boazinha e generosa:
Descobri uma coisa fabulosa (as raparigas percebem...) no Verão passado.
Para conseguir um bronzeado uniforme nas pernas, igual ao que se consegue no resto do corpo (eu nunca fico tão escura nas pernas como nas costas, braços, etc) nada como uma manhã de canoagem. Sério. Não ponham protector (é só uma manhã), vistam t-shirt para protegerem o resto do corpo. Ponham creme em todo o lado (menos pernas) e toca a fazer canoagem de perninha à mostra. Bons resultados. E pronto chegam ao fim do Verão com umas pernas decentemente bronzeadas.
Espiral
p.s. Agradecimentos especiais ao meu querido primo, sem o qual não teria tido esse fim de semana em Sesimbra, com canoagem, pessoal fixe e comida porreira =). Foi mais terapêutico que 20 semanas de férias. E não teria feito esta magnifica descoberta.

sábado, janeiro 17, 2009

Gosto

de amores antes de serem concretizados =)

"-Vou escrever-te uma carta - promete ele - Uma carta daquelas que nunca mais acabam, como nos romances antigos."

(Murakami, H., 2007, Os passageiros da noite)

Mas depois que se concretizem, claro. Porque sim =)

sábado, janeiro 10, 2009

E ainda falando de quilos...

Quando se continua a ouvir que se tá magra especialmente num dia em que se leva uma camisola grossa pra o trabalho, quando o que se ouve é "tás magra que nem um cão" (boca brilhante), especialmente tendo em conta que engordei  3 quilos nesta época festiva (voltando a pesar quase o mesmo que pesava antes de ter emagrecido), há algo que começa a parecer suspeito. Talvez a  magreza não seja bem uma questão de peso... talvez tenha a ver com qualquer coisa que entranha (ou desentranha) em nós e que não nós larga. Um estado de espírito qualquer. E antes que alguém ache que eu estou com problemas de distorção de imagem, por favor.... isso não é nada a minha cena. Como diria alguém "comes tanto chocolate e tás assim... deve ser ruindade."

Pois. deve ser. 

Espiral

Like a boss

Portanto, daqui a 10 anos gostaria  estar num tal nível que faria e trataria como meus secretários particulares, o presidente português de u...