Quickribbon Espiral: Fevereiro 2011

quinta-feira, fevereiro 24, 2011

Está na moda

Bloggers em geral falaram do que fizeram e do mérito que têm e por isso mesmo, porque tentaram, esforçaram-se e bateram a todas as portas, agora têm sucesso.

Bloggers em geral falarem do que se esforçam, do que tentam, do que arranham e não conseguem o que querem.


Pessoas chama-se sorte. Obviamente o esforço ajuda. Mas a sorte ajuda mais. A vida é puta. O que doí é só ser puta para alguns. A mim é isso que me irrita. Porque se o esforço, a inteligência e a proactividade tivessem o valor que as pessoas pensam que tem acho que as coisas mudavam um bocadinho. Para melhor.

Por isso esqueçam lá o "ah, mas trabalhei muito e esforcei-me por isso é que tenho este estatuto" (tanta gente que trabalha, esforça-se e bla bla bla e não tem nem estatuto nem dinheiro).

Não gosto da demagogia e hipocrisia do "esforço, trabalho, talento dá sempre resultados e estou aqui eu para o mostrar, se não estão como eu é porque não tentaram o suficiente." E isto é tão, tão injusto.

Nem sempre. Nem sempre....

terça-feira, fevereiro 22, 2011

E naqueles dias...

Em que se improvisa fantasticamente, em que se come scones com chá em casas com mais personalidade que metade das pessoas que conheço, com pessoas que cativam, e se sente que as conversas banais, e os livros que se folheiam e as histórias que se contam tornam todo o nosso ser mais rico... sente-se um vazio imenso por não ter com quem partilhar esta felicidade imensa que instala.


segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Sinto que estou a perder qualidades intelectuais

Quando vejo meia hora do "Laço Branco" e acho o filme uma bruta seca e pego na minha pessoa e vou antes falar com uma amiga sobre amor, gajos e futilidades dessas num carro até às 3 da manhã.


sábado, fevereiro 19, 2011

De facto

"Pura e simplesmente existem demasiadas janelas."

O elefante evapora-se, Haruki Murakami

Learn

Os momentos mais tristes são quando nos apercebemos que há pessoas que podem e vão deixar de fazer parte da nossa história.. porque os destinos não se escrevem sozinhos.

terça-feira, fevereiro 15, 2011

Em relação ao dia de ontem...


Podemos sentir tanta coisa diferente.... Continuo a achar que o que realmente interessa é ser feliz e fazer alguém feliz. O resto é trampa (perdoem-me o francês).

Espero que tenham tido um dia fantástico. Eu sushizei com o meu melhor amigo, porque a verdadeira amizade é tão boa como o amor. =)

quinta-feira, fevereiro 10, 2011

Do meu mau feitio

"Estar com alguém de quem gostas deve fazer com que te sintas melhor. Não pior. É uma regra a que é sempre bom obedecer."

Pronto, sem censura. Aqui digo isto e não tenho que ouvir gente que enfia a carapuça e diz "Ah, isso é tão relativoooooo".

Sou psicóloga, pessoas. Eu sei o que é relativo e uma questão de perspectiva. E o que não é.

terça-feira, fevereiro 08, 2011

Da força dos homens, da força das mulheres

"As mulheres perscrutavam o rosto dos maridos, porque o milho podia desaparecer, contando que o resto ficasse."

As vinhas da Ira - John Steinbeck

segunda-feira, fevereiro 07, 2011

You never know...

"Love is passion, obsession, someone you can't live without. If you don't start with that, what are you going to end up with? Fall head over heels. I say find someone you can love like crazy and who'll love you the same way back. And how do you find him? Forget your head and listen to your heart. I'm not hearing any heart. Run the risk, if you get hurt, you'll come back. Because, the truth is there is no sense living your life without this. To make the journey and not fall deeply in love - well, you haven't lived a life at all. You have to try. Because if you haven't tried, you haven't lived (...) You never know, lightning could strike."

William Parrish - Meet Joe Black



Eu se cantasse, eu se escrevesse.

Fiona, és linda.







Rascunhado ontem numa mesa de bar...


Poderá haver amor maior que um grande amor?



É a minha questão do dia (da semana, do mês....).

"É só uma fase..."

O problema é que as minhas más fases vêm com tudo a que têm direito: todas as vertentes da minha vida ficam no mínimo suficiente menos e no pior dos casos muito más, e ainda por cima, aqueles pequeninas coisas que, nestes momentos maus normalmente animam as pessoas e fazem as pessoas pensar "vá lá ao menos isto, não é grande coisas, mas vá" , sabem? Pois é, a mim essas pequenas coisas se acontecem acontecem más.

Vai tudo melhorar.... mas é esgotante uma pessoa tentar motivar-se intrinsecamente só porque sim, e haver sempre "merdinhas" a juntar ao alguidar de bosta para não deixar a pessoa manter-se a tona.


Mas sem dramas. Felizmente tenho uma bóia flutuante pirosa com bonecos que me mantêm à tona. Pessoas, a sério, a fé e a esperança são coisas tão fora de moda. Onde raio fui eu buscá-las?





sexta-feira, fevereiro 04, 2011

Acho que neste momento marquei pontos para a minha vida toda...

Eu sempre fui um elefante numa loja de cristais.


Mas há momentos em que consigo superar isso.

Não.é.bom.





Takes

- O meu timing é tão tão ao lado que acaba por ser "certo". (isto não é bom)

- Precisamente hoje tenho um vestido que tem atrás escrito "Au revoir love"

- Fui ali dar uma tareia na esperança. Bitch.

quinta-feira, fevereiro 03, 2011

Mas coisas realmente importantes

Croissant em italiano é cornetto.

A espuma dos capuccinos e leites machiattos mantém a temperatura da bebida.

Reflexões

Ser verdadeira comigo própria. E conhecer-me a mim mesma.

Realmente não tem preço.