Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2008

Frases daquelas II

"Não estragues as melhores coisas que tens na vida só porque estás inseguro acerca de quem és."

Frase daquele filme do Nicholas Cage. Filme com piada. Boa frase.

Espiral

Familia e amigos

Eu - tipo, deve faltar-me qualquer coisa, tipo eu até não sou burra, até tenho sentido de humor... não sou horrível.. mas falta-me sei lá.. tás a perceber.. .falta-me sei lá, brilho, aquela cena... falta-me...

P.- Sei, chama-se auto estima.

***

Eu - Sou demasiado maria-rapaz... devia ser mais feminina....
A. - Acho que temos que operacionalizar o teu conceito de feminilidade.




Um bom Natal à minha familia e aos meus amigos... que são sem dúvida a melhor coisa que tenho. E que também têm um grande sentido de humor =)

Espiral

Frases daquelas

Não interessa se concordo ou não. É um assunto complicado... Mas é uma boa frase. 

"Tu não sabe o que é o amor. O amor é compromisso. É ficar com alguém para sempre. E não ir embora se há uma proposta melhor."
É de um filme qualquer... em que entra a girl do filme "O quinto elemento".
Espiral
p.s. Também sou feliz a descer a rua da Madalena a correr com pressa de chegar à faculdade... É Natal =)

Encontrei as moradas...

ou "como-sempre-depois-de-me-enfurecer-e-gritar-ao-mundo-a-minha-falta-de-capacidade-para-encontrar-coisas-as-encontro-logo-no-segundo-a-seguir-olhando-um-bocado-para-o-lado" ou ainda "sou-tão-rídicula-que-até-irrita-porra"
Espiral

Em busca das moradas perdidas

Eu tinha a certeza que tinha posto o livro, os papeis rabiscados com 1001 moradas num sítio onde concerteza iria lembrar-me.... pois, surpresa.. hoje sobre pressão para escrever quase 50(!) postais não encontro.... Brilhante... brilhante.. nunca mais arrumo nada no "aqui que de certeza que me lembro".
Espiral

É Natal =)

Percebi que preciso apenas de correr debaixo das luzes de Natal espelhadas pelos edificios do Terreiro do Paço, à noite e ao frio, para me sentir livre. Percebi que me basta ao entrar no metro rodar uma vez no tubo que está lá para nos apoiar-nos para me sentir criança. Percebi que não preciso de ser perfeita. Nem de ter uma vida inteira concretizada.
No momento, eu, estando e sentido-me incompleta e imperfeita, sou feliz.

Espiral

p.s. Sim, o título não tem muito a ver com o post, mas eu só penso nas prendas que vou dar =D