segunda-feira, abril 14, 2008

Gomas com sabor a pastel de nata

Parto todas as gomas do mundo em 1000 bocados, especialmente os ursos. Transfiro para um país desconhecido todas as feridas. Eu sei que dormir até demasiado tarde e que perdi o casting. Mas fui escolhida. A culpa é dos pasteis de nata que enchi de canela e de açucar e que me acompanham no fim de uma tarde rente à noite. A sorte é que a noite chega acompanhada de dois talentos que nunca serão chamados de fraudes.

Espiral

P.S. A duas companheiras de jornada =) Estamos quase *

3 comentários:

Vana disse...

Obrigada por te juntares ao exército de destruição de gummy bears! partilharemos esses pastéis de nata ao final da tarde mais vezes, com a minha presença, espero eu, e para comemorar o final de uma jornada, que não será o final mas apenas o início (e a destruição de teddy bear, já agora...). As três meninas prestes a virar uma esquina (gosto do conceito de virar esquinas, não de dobrá-las, mas de virá-las mesmo!)
E não, nenhuma de nós poderá alguma vez ter sido um erro de casting!

Ana disse...

Por todas as gummy bears, cup&cino, erros de casting, ricardos franciscos & franciscos, fraudes, pasteis de nata, 57 kilos alcançados, risos & desabafos, finais de tarde e tostas adiadas...

Obrigado, são parte da minha força *

Vana disse...

estamos muito lamechas, por estes lados! mas, como me esqueci da outra vez, gosto de si e de si!

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...