Quickribbon Espiral: Do meu mau feitio (outro..)

segunda-feira, dezembro 13, 2010

Do meu mau feitio (outro..)

Eu juro que acho imensa piada às pessoas que tem projectos giros como "andar à boleia durante 10 meses e ver no que dá" ou "tirei um ano sabático para me reencontrar" ou simplesmente "estou a deixar andar e ver no que dá" mas é óbvio, óbvio que na maioria dos casos essas pessoas não precisam de se preocupar com outras coisas, como o ter que pôr comida na mesa, ou ter que pagar mensalidades x ou y. É notório que têm rendimentos que vão para além disso e possuem dinheiro, fama ou carisma o suficiente para serem patrocinados de alguma maneira.

Por isso não engulo os "qualquer pessoa pode, basta querer" ou o "que ideia tão criativa e que coragem" ou ainda "uau que espírito livre".

Ainda bem que podem fazer essas coisas, mas não são melhores pessoas por isso. Simples.

2 comentários:

paula milani disse...

Eu acho que para tomar qualquer decisão desse género é preciso coragem, tanto para tirar um ano e isolar-se, quanto para colocar comida na mesa todos os dias a alguém.

Nos dois casos é preciso ter essa prioridade e deixar as outras coisas de lado e isso não é fácil.

Talvez a ideia de alguém ser superior tenha advindo do facto de alguém ter vontade de fazer alguma coisa do género, mas sentir-se inferior por não ter essa coragem.

Convenhamos, ninguém é melhor que ninguém. Só existem referências. O resto é treta...

Espiral disse...

Paula,

Concordo contigo em relação ao facto de ninguém ser melhor que ninguém.

Mas socialmente dá-se realmente mais valor a essas pessoas, não se pensado que a maioria das vezes tem uma liberdade muito maior (por qualquer motivo que seja) para o fazerem do que outras que estejam mais limitadas (normalmente economicamente, apesar de não só).