quinta-feira, dezembro 23, 2010

Verdades, verdades,,.

"Lamento não poder dizer-lhe nada mais consolador, porque o amor vivo, em comparação com o amor sonhado é uma coisa cruel e assustadora."

Os irmãos Karamazov, Fiódor Dostoiévski

(ainda nem 100 páginas li e já o acho um grande livro)

Sem comentários:

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...