terça-feira, junho 12, 2012

A queda de um mito

Uma pessoa que não conheço a ouvir-me no alta voz de um telemóvel comentou depois com a pessoa com quem eu ia a falar que "ela tinha uma voz de rádio".

Sempre achei que tinha uma voz aguda, irritante, que falo para dentro, e voz nada cativante.

Pelos vistos andei enganada a vida toda.


Sem comentários:

Like a boss

Portanto, daqui a 10 anos gostaria  estar num tal nível que faria e trataria como meus secretários particulares, o presidente português de u...