quinta-feira, abril 20, 2017

"Aquele momento em que não sentimos rigorasamente nada"

Um brinde aos momentos gloriosos!

Sem comentários:

Não escrevo, há quem o faça melhor

É tão isto.