quinta-feira, maio 28, 2009

Só mais um começo

A minha cabeça e restantes estão uma confusão.
Sinto-me a puxar uma corda e do outro lado não sei se está alguém ou alguma coisa.
Tinha um post enorme já escrito sobre viver, as coisas a 100% e sobre relevâncias e irrelevâncias.
Mas apaguei. Isto de se viver com o coração nas mãos, na boca, e no sítio certo é muito bonito e tal, mas é um sofrimento dos diabos. E por norma, completamente inútil e pueril.
Enfim, só mais um dia.

E o que retiro daqui? Que lutarei pelo que quero, ora pois.

Espiral

p.s.- música do momento

Sem comentários:

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...