Quickribbon Espiral: Regras das pulseiras, velas e estrelas

sábado, agosto 15, 2009

Regras das pulseiras, velas e estrelas

Eu sei que o que vou dizer é contra todas as regras subjacentes a estrelas cadentes, a pulseiras de nossa senhora do raio que o parta e de todas as velas de bolo de aniversário trincadas, mas a sério, pedir desejos, sonhos, enfim, algo que supostamente não está nas nossas mãos e iremos deixar nas mãos do destino, é algo que acabei de perceber me ultrapassa.


Ou então é o destino que se está a lixar para os meus desejos pessoais. É justo. Eu e ele nunca tivemos lá grande relação. De certeza que tem gente muito mais simpática para ele.

Portanto, resolução tomada: nunca pedir desejos a pulseiras, velas ou estrelas que não dependam única e exclusivamente de mim.


Antes






Depois


E que me desculpem caso me voltem a dar pulseirinhas destas. Não uso, ou então faço desejos do género "espero lavar os dentes amanhã de manhã" ou "desejo que amanhã haja um anoitecer".

Tenho dito

Espiral

10 comentários:

Vana disse...

Como te entendo.. eu uso sempre essas pulseiras, mas já deixei de pedir desejos há muito tempo, quando percebi que o destino não queria ser meu amigo (talvez no facebook...).
Desculpa não ser mais profunda, mas a profundidade foi-se com os últimos litros de água salgada...

(por causa do post anterior, sabes que aqui, podes sempre entrar no supermercado e começar a ouvir fiona apple... e sabe bem!)

pensa só no que te sabe bem!

Espiral disse...

Fiona Apple no supermercado!!! Mas que raio ando eu a fazer aqui, Onde só há música pimba em tudo o que é sítio??? E onde todo e qualquer romantismo cabe num Emanuel ou afins?

Lud, estou a pensar... em chocolate, em ti, e no emagrecimento =P

Vana disse...

Acho que são três coisas pouco compatíveis!(ainda não te falei do New Your Super Fudge Chunk da Ben & Jerry's... pois não?)

(e em Berlim, ouve-se Depeche Mode nos taxis)

Espiral disse...

Ahhh deve ser bom! que leva que leva?

Depeche Mode nos taxis? Mata-me de inveja mata-me...

Vana disse...

Alice in Chains na minha casa, serve?
Leva chocolate, mais chocolate, pedaços de fudge negro e branco, nozes de pecan, nozes e nozes cobertas com fudge! portanto, uma coisinha para emagrecer...

Fi disse...

Nunca usei essas pulseiras. Mas peço desejos quando vejo uma estrela cadente ou quando me cai uma pestana e alguém faz aquela coisa muito engraçada do: "pede um desejo. cima ou baixo?". Depois de pedir um desejo com força, erro sempre no cima e baixo. Quando digo que está em cima, está em baixo, e vice-versa. Portanto, o destino não tem sido lá muito meu amigo, mas de uma coisa não me posso queixar: tem-me avisado. Ao menos isso.

Espiral disse...

Fi, tens sorte. A mim o destino nem para avisar é amigo. É muito "agora aguenta-te".

Bem, mas bora lá que eu sou "fote"

=)

disse...

Eu não uso e mesmo que usasse não pediria nada - só servem para nos desresponsabilizarmos por lutarmos pelos nossos desejos ;)

Espiral disse...

Bê tens toda a razão.
Apesar de no meu caso, o desejo foi feito na ignorância do que viria a seguir.

Mas caso volte a desejar algo assim, só algo que depende de mim, da minha luta, da minha responsabilidade =)

Beijo grande*

Anónimo disse...

Mi ajuda...
I as pulseiras da amizad?
regras-significado...
pulseirinhas da amizade mesmo não essas de fazer sexo(silicone)