segunda-feira, abril 05, 2010

E sobre relações



É sempre difícil (horrível, atroz, o que quiserem) quando um amor acaba.

O que deixa mais marca? Num ou noutro? E a quem marca mais? E como? E se ficam amigos? Ou não? E continuar a relação como amigos? E continuar a relação como "nada"? E não continuar?

Não faço ideia de quais as variáveis metidas aqui à mistura e como de algum modo a balança do justo/injusto fica equilibrada, mas a P. é que sabe: "p ser o retorno, n precisa d ser necessariamente da mm forma".


É por estas e por outras que adoro a ideia de karma. Não é vingança, nem sequer é justiça, é karma =D

Espiral



Sem comentários:

Like a boss

Portanto, daqui a 10 anos gostaria  estar num tal nível que faria e trataria como meus secretários particulares, o presidente português de u...