Quickribbon Espiral: Aprender a ser grata II

segunda-feira, junho 16, 2014

Aprender a ser grata II

É difícil para mim ser grata quando tinha expectativas diferentes e outros sonhos.
Quando sabemos que sabemos mais, que seriamos mais felizes a concretizar outras funções.

Mas, realmente, acho que é esta a aprendizagem maior que tenho que fazer.

A ser grata. E a perceber (mesmo) que não é só aquilo que eu faço em termos profissionais que me define.

A partir de quarta volto a trabalhar (sem ser part times ou freelancer, que não ando parada e tenho-o feito enquanto tenho estado desempregada).

Não é na minha área. O ordenado é o que é (e se fizer contas ao que gasto em transportes, deprimo). Mas, volto a entrar numa rotina.

E parecendo uma daquelas cenas fajutas de auto ajuda, não vou deixar de tentar, e de procurar.

Agora estou só a tentar aprender a ser grata (e a parar de chorar a um canto, que a auto vitimização mesmo justificada é estúpida como o raio e opá, eu sou muito mais que isto.)


1 comentário:

Mãe Sabichona disse...

Tudo a correr bem :)