sexta-feira, abril 03, 2015

Um dia vou ensinar às minhas futuras crianças

Algo sobre o amor.

Até lá vou tentar criar uma metodologia romântico-pragmática para lhes impingir que faça com que estejam minimamente preparadas para esta selva e que as faça sofrer menos.

(Sim, eu sei, estou só a gozar.)

Sem comentários:

A conversa do coitadinho*

O que me irrita nem é a falta de empatia, a falta de mundo (no sentido de juizo crítico acerca dos outros), nem sequer é a vitimização irrit...