sexta-feira, dezembro 02, 2011

E se hoje não houvesse medo?

Declarava-me com as palavras mais lamechas.. Ia dar uma volta ao mundo. Construía a minha casa de sonho. Fazia um ano sabático. Mostrava tudo aquilo que escrevo. Falava outras línguas. Dizia "Tenho medo de...". Metia conversa com as pessoas na rua. Dizia "Não interessa o que pensam, vou amar-te sempre." Soltava-me. Olhava nos olhos. Comprava uma mota. Pintava. Dedicava-me a crianças pobres. Mostrava-me com todos os parênteses. Gastava o dinheiro todo. Concretizava 2 projectos. Dava tudo de mim em todas as áreas. Era mais generosa com desconhecidos. Mostrava mais vezes as pernas. Fazia todos os desportos radicais. Usava óculos. Tirava outro curso. Cortava o cabelo muito curto. Fazia mais tattoos. Procurava um bom cirurgião. Tocava mais na pele dos outros. Vivia em África, na Argentina, no Japão e na  Índia. Acreditava mais em mim. Dizia "Quero ter filhos contigo."

daqui

3 comentários:

rita disse...

temos de inventar o dia mundial sem medo! 3 de Dezembro parece-te bem?

Espiral disse...

Parece-me optimamente =D

rita disse...

que tal correu?

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...