Quickribbon Espiral: Solitária

sábado, março 19, 2011

Solitária

Entre trabalho, ginásio, voluntariado, grupo de teatro, amigos acabo por estar sempre ocupada.

Gosto de ter que fazer, combinar algo, e ao mesmo tempo ter tempo para mim, passar um dia a ler, ou a passear, sem stress, sem pessoas, só eu e os meus pensamentos.

Também gosto de sair, discoteca, bar, ver à lua até às 4 da manhã, ou simplesmente passar uma noite a conversar com amigos.

Por isso é complicar explicar que "não é medo de estar sozinha"; é sentir a falta de abraços, de beijos, de pele. Do carinho, da companhia, do apoio, do amor.

E havendo momentos em que essa falta é camuflada, nunca é colmatada a 100%.

Mas não, não é medo de estar sozinha.

É saber, já ter sentido o que é ser amada e amar e por isso haver uma parte que sente sempre que não está ocupada por mais que eu esteja ocupada, interessada, motivada e feliz.

É basicamente isto.

Sem comentários: