Avançar para o conteúdo principal

Se eu fosse

Encontrei isto....e apesar de limitador, chato de se fazer e assim...tem lá a sua piada....e pronto, acho que vale pelas justificações...porque só definir não vale....há que explicar, lol

Se eu fosse um mês, eu seria: Maio (é um grande mês, faço anos, o clima tá nice, é primavera, lol)
Se eu fosse um dia da semana: Sábado (porque é o dia que parece sempre infinito)
Se eu fosse uma hora do dia: 24h (porque é a partir dai que as emoções estão a mil)
Se eu fosse um planeta ou astro: a Terra (porque eu sou uma mistura)
Se eu fosse uma direcção: centro (porque o que importa é o agora e o aqui)
Se eu fosse um móvel: chaise longue (mas há alguma coisa melhor que este móvel para tar enroladinha a olhar para uma janela?)
Se eu fosse um líquido: lágrima (yap...por que não sou bem água....ah enfim...sou mais real)
Se eu fosse um pecado: Gula (porque sou gulosa...pronto...muito gulosa)
Se eu fosse uma pedra: Cristal (porque qualquer dia transformo-me num diamante, mas não já)
Se eu fosse uma flor: Lírio (a minha flor favorita e é gira)
Se eu fosse um clima: Quente (porque temperado é muito...temperado, vamos lá ser extremistas)
Se eu fosse um elemento: terra (porque pode parecer estável mas por baixo é um vulcão ehehe , e tem sempre escondido água subterrânea...poço de surpresas^^)
Se eu fosse uma cor: Amarelo (cor dos malucos, do sol, da alegria, da generosidade)
Se eu fosse um animal: fénix (porque é aquela coisa, renascer das cinza...cliché eu sei, mas paciência....é tão bom as vezes ser básica)
Se eu fosse um som: riso (aquele riso das crianças, cristalino, delicioso ^^)
Se eu fosse uma música: Lado a lado (porque mostra o meu lado triste, o meu lado negro e mostra um fio qualquer de esperança)
Se eu fosse um estilo musical: instrumental (sem letras...essas imagino eu...calminha, ou forte....qualquer coisa que me faça vibrar ou enternecer)
Se eu fosse um sentimento: saudade (porque ter saudade de algo significa que vivemos)
Se eu fosse uma comida: chocolate (porque adoro...não passo sem ele...)
Se eu fosse um lugar: praia (aquelas praias onde se ouve o som do mar, à noite, com um céu estrelado por cima....)
Se eu fosse um gosto: salgado (porque o doce é muito obvio....e também não seria amargo, nem picante...logo, salgado)
Se eu fosse um cheiro: terra molhada (porque tenho panca por este cheiro)
Se eu fosse uma palavra: carisma (porque gosto do som, gosto do significado)
Se eu fosse um verbo: sonhar (porque sonhar é para mim uma questão de sobrevivência)
Se eu fosse um objecto: livro de poesia (ah...claro...era...sem dúvida...daqueles que se guardam para sempre..digo eu...convencida...)
Se eu fosse uma parte do corpo: alma (e quero lá saber se não tá provado que existe....eu também não sei se existo ou se sou só um produto da imaginação de sei lá quem)
Se eu fosse uma expressão facial: sorriso (porque um sorriso é das melhores coisas que existem – quero lá saber se também é clichet)
Se eu fosse um filme: Before sunset (porque é daqueles filmes que marcam....)
Se eu fosse uma forma: Espiral (esta não preciso explicar, leiam o subtítulo)
Se eu fosse um número: 5 (é o simbolo da vida manifestada, a totalidade do mundo sensível e é o número do coração...as coisas que eu sei =P)
Se eu fosse uma estação: Primavera (porque apesar de não ter a melancolia do outono, nem a força do inverno nem a alegria contagiante do verão é...meiguinha ...lol)
Se eu fosse uma frase: “Habitar com um coração cheio um mundo vazio” (eu, eu e eu)

Espiral

p.s. será que alguém terá paciencia para ler isto tudo?

Comentários

emi disse…
claro que se tem paciencia =) ..é bom darmos tempo a estas pequenas coisas. se bem que as vezes ja sabemos o que vem escrito em frente a cada dois pontos!
..eu gosto do ácido. porque depois do sabor agressivo vem uma sensação fina.. quase doce. gosto dos teus numeros e cores, compreendo-os porque se encaixam em ti. dos numeros impares e dos extremos.. dos teus. do chocolate tambem. onde está o cafe nisto td?
*um beso =)
catavento disse…
ups, eu tive paciência para ler tudo, tudinho até ao fim. isto tem piada, pois eu descobri mais qualquer coisa de ti, e também que já te vou conhecendo. acho que também vou pensar, se eu fosse... se eu fosse grande...não seria eu!, se eu fosse...eu sou um catavento!
beiju*

Mensagens populares deste blogue

Eu nunca liguei muito a isto, mas...

Sou só eu que acho um bocadinho escandaloso que as marcas façam apenas 3/4 tamanhos de roupa?
Estive a ver a Zara e pelo menos nos macacões, só tem 4 tamanho - XS, S, M, L respectivamente.
Tendo em conta que eu tenho 1,68 e peso 60 kilos e que o meu tamanho é um M penso nas pessoas que tem um bocadinho mais de peso que eu e que são um bocado mais altas.. o que fazem elas?

De salientar que tenho uma estrutura regular, vulgo forma ampulheta, com ancas e rabo e, para mal dos meus pecados, pernas grossas (não há ginásio ou corridinha que me salve). Ou seja mesmo com menos 4 kilos, onde fico com 56, o que muita gente consideraria magro ou pelo menos normal-magra, uso à mesma o M e calças pelo menos 38. Por isso, serio, como fazem as pessoas um bocadinho maiores? E nem falo das pessoas realmente gordas, falo só das pessoas que são mais fortes porque sim, porque nasceram assim, é constituição e pronto.

Nem todas as mulheres são estrutura rectângulo  vestem roupas como se fossem cabides,  ess…

Ando a ler imenso

E a voltar ao meu ritmo normal de leitura para ao fim do ano ler o meu normal (entre 100 a 140 livros, sim isto é o meu normal, com excepção feita ao tempo de faculdade em que lia cerca de 60 por ano). .
Adoro ler e felizmente apesar de não poder comprar todos os que gostaria aproveito tanto  feira do livro, onde na hora H (livros a 50%) deste ano comprei mais de 11 livros, que já li quase todos.
Para além disso sou assídua frequentadora de bibliotecas, sendo a minha favorita a Fábrica das Palavras em Vila Franca. É uma biblioteca recente e muito bonita arquitectonicamente, que tem tanto os clássicos como as últimas novidades, o que é uma grande vantagem pois raramente compro novidades devido ao preço. Ao mesmo tempo e fantástico para descobrir autores que não conheceríamos de outra forma: por exemplo li recentemente um livre da Patti Smith  que adorei e nunca teria dado com ele de outra maneira.  Tenho o hábito de escolher não só livros que quero ler mas também livros ao acaso. Dá qu…

Pergunto

Como é que se pode perceber com tanta convicção, com tanta certeza, tão intensamente, que existem grandes histórias de amor, que dolorosamente, não são para acontecer?