Quickribbon Espiral: Como eu preciso mesmo de me sentir útil

terça-feira, outubro 13, 2009

Como eu preciso mesmo de me sentir útil

1- Comprei um vestido cinzento tamanho m agora para o Inverno. Estava-me um bocado largo mas como tinha cinto pensei que era largo-com-estilo-e-na-moda.
Hoje fui a outra loja da mesma cadeia e vejo que o vestido que comprei está na sessão pré-mamã. Mas o vestido é giro, e nem se nota que é... disso... portanto vou usar. (e como não reparei eu nisto? já não sei ler????)


2- Tenho sonhos marados com pessoas que me entrevistam para os cargos mais estranhos, mas coerentes (?) com a minha profissão. Ora vejamos: trabalhar para uma empresa especializada nas doenças ligadas a dificuldades a nível da fala, vistas do ponto de vista cognitivo. (se calhar se não existe, deviam inventar, no meu sonho não percebi era o que exactamente a empresa fazia, mas ok)

3- Passo cerca de 5/6 horas por dia a ver tv. Tendo em conta que eu passava uma semana sem ligar a tv isto começa ser preocupante. E de certeza que tenho neurónios a morrer...

Espiral

1 comentário:

rita disse...

a vida não devia de ser so trabalho..e o valor que tens não devia de estar só ai. Se nao consegues arranjar emprego vai fazer mais voluntariado :)