Quickribbon Espiral: Descobri que adoro o Norte

domingo, novembro 17, 2013

Descobri que adoro o Norte

1- A paisagem: A Peneda é um dos sítios mais bonitos deste Portugal. Para quem pensa (como eu) que só existia o Gerês, do outro lado da Montanha Amarela existe a montanha da Peneda, igualmente espantosa, com paisagens fantásticas, trilhos giros por explorar, e o santuário da Nossa Senhora da Peneda que é fantástico; vale mesmo a pena o tempo que demoramos por estradas e estradinhas para chegar lá.

2- O pitoresco.  Imperdível os encontros previstos e imprevistos, de carro ou a pé com as imponentes vacas mirandesas. Pacíficas, giras e fotogénicas, não arrendavam pé de onde estavam. Sejam carros, sejam humanos que passem ao lado =P

3- A comida. Adorei o restaurante Inácio em Braga. E o A Tulha em Ponte de Lima. E o restaurante do hotel onde estivemos hospedados. Boa comida, maravilhosa, de encher mesmo a barriga e muito em conta.

4- O hotel. Chama-se Peneda hotel, e é um hotel como eu gosto. Acolhedor, bonito e sem pretensiosismos bacocos. Simples e com um charme rústico que me encantou.

5- As cidades. Amo Braga. Amo Ponte de Lima. Eu seria feliz em qualquer uma delas.

6- As descobertas. Os restaurantes. A loja de brinquedos que me esqueci o nome. A loja de decoração (Margarida Clara). Uma pousada muito gira e fofa que conheci e onde quero ir um dia se possível (A mercearia da Vila). A loja de decoração. Redescobrir a minha livraria favorita (Centésima página). Os trilhos da Peneda.

5- E o mais importante. As pessoas. O pároco que surgiu como um excelente empregado de mesa no restaurante. A sua simpatia. O seu empenho. O comerciante de uma aldeia perdida nas encostas da Peneda que nos queria dar a Fifi (uma cadela com uma dona amorosa), por graça e ao desafio.


Sem comentários: