sábado, outubro 12, 2013

E com a Granta tudo parece melhor.

O texto "Mas já nada é sagrado?" do Salman Rushdie que saiu nesta segunda edição da Granta é das melhores coisas que já li sobre a literatura e sobre os escritores.

Sem comentários:

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...