segunda-feira, setembro 20, 2010

Acerca do tipo de mulher que somos (ou não somos)

Li, num livro juvenil (um da colecção Viagens no tempo) , há uns 15 anos, que há vários tipos de mulheres, entre as quais as mulheres-furacão. São aquelas que se estão alegres alegram a casa toda. Se estão zangadas levam tudo atrás. E penso nisto muitas vezes.


Conclusão: Sou? Não sou? Se sou, não queria ser? Se não sou, queria ser?

Dúvidas....

Espiral

p.s. Acho que não sou....


2 comentários:

Precious disse...

Tenho fases de catástrofe natural e tenho fases de acalmia. Acho que o ideal é uma boa mistura de ambas as coisas.

Espiral disse...

Sim, eu também acho que vou mais por aí. =)

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...