Quickribbon Espiral: Rir-me dos meus sonhos

segunda-feira, setembro 20, 2010

Rir-me dos meus sonhos

Vou trancar neste momento toda a bílis que de repente explodiu em mim. Vou segurar a vergonha, o melindre, o pudor. Vou sacudir a revolta, a indignação e a raiva. Vou bater no fundo, e ainda magoar-me mais. Vou. Porque há coisas que se sentem sem realmente ter razões para isso.

E de seguida ter um momento de humor negro. Daqueles meus. Só para mim.





Espiral

p.s Não sendo uma mulher-furacão, sou sem dúvida de humores e de paixões.

Sem comentários: