terça-feira, janeiro 15, 2013

Bruxas de Salem

Odeio aquilo que, no momento, as redes sociais, blogs e todo o universo social digital representam

Um lichamento público, abrangente, cruel e, infelizmente, anónimo na sua enorme massa de humanidade.



Isto é sobre a Pepa em dosagem pequena, mais mais que isso é sobre o caso grave de coação feita à pessoa que com todo o direito se recusou a ser dadora de medula. Para quem não leu as letras pequenas, ou não percebe o conceito de "voluntário" ninguém é obrigado a dar mesmo quando é compatível com alguém. E isto é um direito independentemente da opinião de cada um. 

As pessoas são más, especialmente quando se armam em falsas puritanas e com falsas bondades. Cobardes.

Odeio a humanidade neste momento. (Nunca dei muito crédito a ela é um facto.)




4 comentários:

Izzie disse...

Bem hajas por este post.

Izzie disse...

Vou deixar-te um link de uma moça que respeito muito: http://diasdetelha.wordpress.com/2013/01/15/o-dador-e-os-seus-direitos/

Espiral disse...

Uau, não tinha visto este texto =)

Tá muito bom, e explica tudo como deve ser, obrigada =)

(quem me dera ter paciência para escrever assim, mas irrita só me apetece insultar toda a gente, é um problema)

Beijinhos!

a mulher certa disse...

"As pessoas são más, especialmente quando se armam em falsas puritanas e com falsas bondades. Cobardes."

Tudo dito.

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...