Quickribbon Espiral: Carinho

segunda-feira, janeiro 24, 2011

Carinho

Pior que a paixão que morre, morreu, morrerá, é o carinho. Esse existe sempre, até quando pensamos que não. E transborda nos momentos mais impróprios. É o carinho que me diz, que me prova, independentemente de todas as certezas e do mundo real ou não, que nunca me esquecerei dele, que um dia aquele me pertencerá e que tu ainda és meu. E esse carinho transforma-se numa convicção longa que me prende ao dia e faz-me pensar que tudo afinal tem um sentido.

3 comentários:

paula milani disse...

Claro que tem linda =)

Gosto muito desta frase: "Todas as experiências que temos, acabam por nos levar a ser alguém que temos que ser e que temos o potencial para ser, porque isso está escrito no nosso ADN e nas estrelas."
"Prof. António Pereira"

Força aí!!! **********

Espiral disse...

És uma optimista Paula =)

Gosto ^^

paula milani disse...

Só acho que a realidade que vivemos depende de como a enxergamos...
(eu não sou assim todos os dias..hahahaha)