terça-feira, junho 07, 2011

Para o exercito anti gummy bear (Lud e A.)

O mal não é lembrar-mo-nos dos nomes que demos em jeito de brincadeira e de privacidade. O mal não é usarmos isso como private jokes. Isso é divertido e faz parte do que somos.

O mal é existir o que está por detrás deles. E se para alguns é bege e pronto e se para outros já passou e pronto, há códigos que se mantém inalteráveis, independentemente do tempo, dos que passam, dos que ficam.

Soulmates? Se sim, é uma grande piada do Universo (em relação ao post anterior Lud.)

2 comentários:

Elle disse...

Prefiro memso ficar-me pelo beige, ou nude,q está mais na moda! Mas, cerca de uma vez por ano, vejo-me obrigada a repensar se não seria a outra nomenclatura a mais adequada...

Espiral disse...

Os "ses", os "ses"....

(Nude é de muito bom-tom, sorry não sou fashionista LOL)

Do que eu cresco, fragilizo, fortifico

Cada vez mais sou menos de frases peremptórias. Cada vez sou menos de classificar tudo em polaridades. Porque me parece superficial, e mais ...