Quickribbon Espiral: ....

segunda-feira, julho 18, 2011

....

- É impossível isto só ser aleatório. Se fosse aleatório não era tão injusto e não ia só às boas pessoas.

- Um grande beijnho a todos os filhos únicos ok? Hoje só para eles, um grande beijinho. porque se não tivermos ninguém... vamos ficar irremediavelmente sozinhos. E isso é só puramente assustador e triste.

-  O mundo não pára, e há peças para fazer, quilómetros para seguir, momentos difíceis para viver, parvejar muito mesmo com o coração apertado, sentir a amizade sempre perto apesar de tudo e do mundo, e com a certeza ingrata que há corações que param de pura felicidade instantânea para depois morrerem um bocadinho porque a desilusão está sempre perto.

Preciso de outro fim de semana depois deste. Mas agora vou só para a varanda, da casa vazia onde me encontro,  olhar um bocadinho do céu, de pés sujos e com a alma cheia, mesmo que o corpo esteja cansado, o cérebro desligado e o coração vazio.

Sem comentários: