quinta-feira, outubro 20, 2011

Já escrevi isto, mas reafirmo

Não interessa a intensidade com que te dás, o salto de fé que superas, as mãos que agarram cabelos como se já fossem familiares, o corpo que colas como se fosse simbiose. Não interessa. É irrelevante os castelos que constróis no ar, os pré-sentimentos que carregas, a esperança que te permites a depositar num simples beijo.

(Não sei bem o que interessa então.)

Prepara-te apenas para perderes mais um pouco do que pensavas que já não tinhas. 


Sem comentários:

Like a boss

Portanto, daqui a 10 anos gostaria  estar num tal nível que faria e trataria como meus secretários particulares, o presidente português de u...